1. Boredom

    0
    1. O que a falta de fazer não faz com as pessoas no IRC...
    2. miter: ls
    3. Sorella: .
    4. Sorella: ..
    5. Sorella: bin
    6. Sorella: lib
    7. Sorella: home
    8. vacuoustruth: rm -rf *
    9. vacuoustruth: terminal colaborativo, que idéia!
    10. Sorella: vacuoustruth: rm: permissão negada.
  2. Ataques XSS e designers...

    0
    1. Em mais um belo dia no canal `##javascript` na rede de IRC freenode...
    2. dhaivat: whow, pbs.org é vulnerável à ataques XSS. Quem diabos escreve esses sites?
    3. Sorella: designers.
  3. Por uma boa documentação para JavaScript

    1

    O Google é uma ferramenta de busca awesome. JavaScript é uma linguagem awesome (embora algumas pessoas refutem isso… pobre JavaScript, tão incompreendido…). De qualquer forma, isso faz alguém imaginar que o primeiro resultado de uma busca por “javascript reference” retornaria sites igualmente awesomes, certo?

    Bem, com JavaScript não é bem assim. O primeiro resultado da busca é geralmente um monstro chamado w3schools, que apesar do nome não tem nenhuma ligação com o comitê w3. E como se não bastasse, os códigos apresentam padrões ruins de código, isso quando o código não é voltado para o IE. Enfim, é um site do qual você deveria ficar longe, REALMENTE LONGE…

    Mas claro, quem está começando agora com JavaScript não sabe que sites evitar, onde ele pode encontrar documentações confiáveis e boas. Por isso o pessoal da jsconf decidiu mudar isso. E para que as coisas mudem, a comunidade de JavaScript precisa colaborar também.

    Para ajudar, basta ir ao Promote JS e incluir o banner fofinho deles no seu site, que linka para a documentação da Mozilla. E a documentação do site da Mozilla é realmente boa (tá que não é perfeita, mas é uma das melhores at any rate).

    JavaScript JS Documentation: JS Array reverse, JavaScript Array reverse, JS Array .reverse, JavaScript Array .reverse

  4. Tumble

    1

    —postando no Tumblr de dentro do Emacs

    Como qualquer um que usa Emacs sabe, o programa é um sistema operacional… digo, editor de texto excelente, com diversos plugins para acrescentar as mais diversas funcionalidades que todo o programador precisa (ou não).

    Um desses plugins é o Tumble.el que permite você postar qualquer conteúdo no seu blog com um simples M-x tumble-text-from-buffer — ou seja, crie um post de texto com esse arquivo. O plugin suporta todos os tipos de posts do Tumblr.

    O único problema que eu encontrei com o plugin é que você precisa salvar seus dados de login direto no .emacs, que é um arquivo de texto simples, então eu resolvi forkear o repositório do Tumble e fazer algumas modificações: tanto para pedir as informações do usuário em run-time antes de postar quanto para usar https ao invés de http.

    Instalando

    Pegue os arquivos direto do meu repositório no Git:

    $ git clone git://github.com/killdream/tumble.git
    

    Abra seu arquivo .emacs e adicione as linhas:

    (add-to-list 'load-path "/path/to/tumble")
    (require 'tumble)
    

    Reinicie o Emacs, ou use M-x eval-buffer no seu .emacs para carregar o Tumble.

    Você está pronto para ser ainda mais improdutivo com posts de blog: abra um novo buffer, digite algumas coisas e use M-x tumble-text-from-buffer para postar. O Tumble vai pedir seu login, senha e URL do blog em que o conteúdo vai ser postado.

    Para mais informações sobre configurações e funções disponíveis, leia o arquivo README incluído na pasta do Tumble. Boas postagens :3

  5. 0

    HOLY SHIT D:

    HOLY FUCKING SHIT D:

    O que foi visto… não pode ser desvisto. comofas/

    Eu provavelmente vou martelar o teclado com minha cabeça até apagar essa informação de algum jeito. Mas eu tinha que fazer outras pessoas sofrerem com a pergunta também :D